Mídia

Seminário

Portal GEOKLOCK: II Seminário Microalgas01/04/2013Foto: GEOKLOCK
GEOKLOCK (Divulgação)













Seminário discute potencial de microalgas na geração de energia renovável, remediação ambiental, produção de compostos de alto valor agregado e nutrição animal

Especialistas do setor irão apresentar resultados de pesquisas e novas perspectivas para o uso de microalgas. Será realizado no próximo dia 05 de Junho, em São Paulo, o   II Seminário Microalgas  , com o objetivo de reunir e aproximar empresas, instituições publicas e privadas, pesquisadores e interessados no desenvolvimento da indústria de microalgas no Brasil.
 
A utilização de microalgas já tem se demonstrado viável mundialmente em vários setores de atividade industrial, como integrante de sistemas de remediação ambiental, produção de proteína e ácidos graxos para rações especiais e outros compostos de alto valor agregado. Recentes avanços em pesquisas no setor também indicam uma forte tendência de equilíbrio econômico na produção de biodiesel e bioquerosene a partir de microalgas dentro de um curto espaço de tempo.

O II Seminário Microalgas será uma oportunidade para networking e exploração de novas aplicações em diversos setores da economia:

Sucro-Energético: integração de sistemas de produção de microalgas e utilização de co-produtos gerados em usinas de açúcar e álcool.

Gás e Petróleo: integração de sistemas de produção de microalgas e utilização de co-produtos da indústria de exploração de gás e petróleo.

Industrias “carbono intensivo” (Cimento, Siderurgia, Quimica, outras): soluções de remediação ambiental envolvendo aproveitamento de gases de emissão e  fixação de CO2 na biomassa de microalgas.

Geração de Energia Termelétrica: aproveitamento dos gases de emissão e valoração do CO2 através de fixação biológica com o uso de microalgas.

Aviação: a produção de bioquerosene a partir de óleos produzidos por microalgas já é uma realidade técnica e o equilíbrio econômico com combustíveis de origem fóssil já se vislumbra num horizonte próximo.

Biodiesel: a necessidade de diversificação da matriz de matérias primas para a produção de biodiesel abre uma real possibilidade de utilização de óleos produzidos por microalgas.

Nutrição Animal: a inclusão de biomassa de microalgas rica em proteínas e ácidos graxos é uma realidade em expansão, agregando valor à rações especiais e contribuindo para a substituição de farinhas e óleos de pescado.

Sobre o Instituto EKOS Brasil: O Instituto EKOS Brasil é uma organização sem fins lucrativos da sociedade civil criada em 2001 para preservação da biodiversidade e promoção da sustentabilidade.O Instituto Ekos Brasil é uma entidade sem fins lucrativos que atua no planejamento e com usinas de implantação de unidades de conservação da biodiversidade e na promoção da sustentabilidade de sistemas produtivos em parceria com organizações brasileiras e internacionais.

Sobre a Algae Biotecnologia: A Algae Biotecnologia Ltda, empresa integrante do Grupo Ecogeo, dedica-se ao desenvolvimento tecnológico de microalgas, com objetivos energéticos, remediação ambiental e utilização da biomassa para nutrição animal.

Notícia originalmente publicada em Portal GEOKLOCK
Compartilhe: